Archive for the 'Biologia' Category

O Mito da Monogamia

by @ sábado, fevereiro 2nd, 2013. Filed under Biologia, Relacionamentos, Sexualidade

Acabei de ler o livro “O Mito da Monogamia”, de David P. Barash e Judith Eve Lipton”, traduzido pela Record. Trata-se de um livro de divulgação científica biológica, com abundantes referências para tudo o que diz. Ele faz uma análise do comportamento gamético desde vermes, insetos e aracnídeos, passando por peixes, répteis, aves, outros mamíferos [...]

Usinas Nucleares

by @ quarta-feira, junho 29th, 2011. Filed under Ecologia, Engenharia

Sem ironias e com ponderação e bom senso, as usinas nucleares são menos poluentes e mais seguras do que as hidro e termoelétricas. As eólicas, solares e outras ainda não têm condição de atender à demanda. Os custos das usinas de Angra não se devem ao projeto de engenharia mas a um problema crônico brasileiro [...]

Evolução determinista?

by @ terça-feira, maio 31st, 2011. Filed under Evolução

Pelo que pude apreender do que já lí de Dawkins ele não considera a evolução como determinista. O que ele diz é que as mutações são aleatórias mas a seleção é determinada pelo ambiente, externo e interno ao organismo. Mas o próprio ambiente é formado de modo aleatório, portanto, em seu conjunto, a evolução é [...]

Evolução a olhos vistos

by @ terça-feira, abril 26th, 2011. Filed under Evolução

Evolução de espécies são observadas atualmente em várias cepas de bactérias que sofrem mutações observáveis nos microscópios a todo dia. Não há espaço para se considerar que todas as espécies existentes e que já existiram tenham sido “criadas” diretamente ao longo do tempo por alguma intervenção extrínseca à natureza. O fato de que tenham evoluído [...]

Não é a mesma coisa

by @ sábado, julho 24th, 2010. Filed under Evolução

A diferença fundamental é que um chip é um artefato e o cérebro é um sistema natural. Um artefato, por definição, é algo engendrado por um construtor. Um sistema natural surge da própria natureza. Algo semelhante a um chip em nível de complexidade seria, por exemplo, um sistema nervoso de um invertebrado primitivo, como uma [...]

Somos Macacos

by @ sexta-feira, julho 16th, 2010. Filed under Evolução

Não há nenhum primata atual do qual sejamos descendentes. Mas somos descendentes de algum primata ancestral, do qual também os primatas atuais descendem. Eis a classificação biológica do homem: Domínio: Eukaryota Reino: Animalia Filo: Chordata Subfilo: Vertebrata Classe: Mammalia Ordem: Primates Subordem: Haplorrhini Infraordem: Simiiformes Parvordem: Catarrhini Super-família: Hominoidea Família: Hominidae Gênero: Homo Espécie: Homo [...]

Informação do DNA

by @ quarta-feira, julho 14th, 2010. Filed under Evolução

O DNA e o RNA não absorvem a informação de suas cadeias do organismo a que pertencem. Em verdade elas provém do DNA e RNA dos ancestrais, numa cadeia contínua desde o primeiro a ter surgido. Os organismos é que são produzidos pelo DNA e RNA. Todavia pode ser que, inicialmente, a vida ocorreu sem [...]

Genoma Sintético

by @ domingo, junho 27th, 2010. Filed under Evolução

Que a humanidade será capaz de projetar e construir novos seres biológicos isto é tranquilo, mais dia menos dia. Não pensemos nas próximas décadas mas nos próximos séculos ou milênios. Não há limite para a capacidade inventiva humana. Nada é impossível. Quanto às questões éticas, a despeito delas, tudo isso chegará. É preciso, pois, que [...]

A maravilhosa evolução

by @ domingo, junho 27th, 2010. Filed under Evolução

É claro que a investigação sobre a origem do homem é nebulosa e sujeita a contínuas revisões. É assim mesmo que a ciência progride em todos os ramos. Não há uma resposta definitiva e, a cada momento, novas perguntas são feitas. Tudo isso revela a grande maravilha que é a vida ter surgido neste rincão [...]

Como se dá a evolução

by @ domingo, junho 27th, 2010. Filed under Evolução

A evolução se dá sem nenhum propósito. Nem há uma busca por complexidade. Isto tudo ocorre fortuitamente e, como a complexidade é mais eficaz (mas não mais eficiente), o complexo se firma e sobrevive. Não há uma força evolutiva. Evolução é só mudança e pode ser para pior. Mas o melhor é que tem sucesso. [...]

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]