Archive for the 'Biologia' Category

Campos morfogenéticos

by @ domingo, maio 23rd, 2010. Filed under Biologia

Ainda não conheço nenhuma comprovação da existência de campos morfogenéticos, segundo a proposta de Sheldrake, tanto em seres vivos quanto em inanimados. O que vejo é que, a partir de um campo indiferenciado primordial, todos os constituintes do Universo se formaram e passaram a formar sistemas mais complexos de uma forma aleatória, todavia moldados pelas [...]

Vida é um fenômeno estritamente biológico

by @ domingo, maio 23rd, 2010. Filed under Biologia

Biologicamente falando, o fenômeno vida pode ser caracterizado por dois aspectos: armazenar e transmitir informações (genótipo) e expressar essas informações (fenótipo). Nisto se insere como característica fundamental a evolução, que é, justamente promover descendência com modificações, que exigem a capacidade de registrar e alterar informação hereditária e executar um processo de escolha das modificações aproveitáveis [...]

Pasteur e a Evolução

by @ segunda-feira, setembro 28th, 2009. Filed under Evolução

Os experimentos de Pasteur não contrariam a teoria da Evolução em nada, nem tampouco a biogênese (que não tem nada a ver com a evolução), pois o que ele mostrou é que, nas condições atualmente vigentes e nos intervalos de tempo envolvidos (da ordem observável em uma vida humana) a vida só provém de outra [...]

Eis o que somos

by @ quarta-feira, julho 1st, 2009. Filed under Consciência, Evolução

Somos o resultado de uma evolução cósmica e biológica, desenvolvida sem razão nem objetivo pelo conteúdo do Universo, simplesmente porque ele se modifica ao acaso, estas modificações permitindo maior ou menor sobrevivência de certas estruturas no ambiente em que ocorrem, selecionando, assim, as que tiveram sucesso que, deste modo, por replicarem-se, prosseguirão existindo, até que [...]

Mudanças no homem

by @ quarta-feira, maio 27th, 2009. Filed under Evolução

O homem atual é tal qual é apenas de uns cem mil anos para cá. Antes não era assim e futuramente não o será. Mesmo num tempo menor, muitas variações têm aparecido, como as mudanças étnicas que deram surgimento às variedades de pele negra, branca, vermelha, parda e amarela, com outras características distintivas, como olhos [...]

A história da bola de borracha

by @ quarta-feira, maio 27th, 2009. Filed under Evolução

A analogia entre a explicação para o surgimento da vida de forma química ou pela intervenção de Deus com a da origem da bola de borracha na praia, citada pelo Edson, não é apropriada. A questão não é ser mais ou menos provável, pois, como já disse antes, não importa o quão improvável seja, se [...]

Como se processa a evolução

by @ quarta-feira, maio 27th, 2009. Filed under Evolução

Cada espécie de ser vivo gera outro da mesma espécie, mas podendo ter pequenas diferenças. O acúmulo de diferenças ao longo de centenas de milhares de gerações pode produzir um ser que não seja mais da mesma espécie do seu ancestral, centenas de milhares de gerações atrás. Esporadicamente uma mutação de grande monta pode ocorrer, [...]

Perfeição vs complexidade

by @ quarta-feira, maio 27th, 2009. Filed under Evolução

A complexidade dos seres vivos superiores não significa perfeição, pois se assim o fosse não haveriam doenças nem deformidades. Não só os seres humanos são imperfeitos mas toda a natureza possui muita imperfeição, muita coisa que dá errado. A evolução não tem propósito nem busca perfeição. Ela se dá ao acaso e evoluir não significa [...]

Evolucionismo versus criacionismo

by @ quarta-feira, maio 27th, 2009. Filed under Evolução

Aceitar o evolucionismo como explicação para a origem das espécies vivas não requer fé alguma, mas apenas verificação e estudo. O criacionismo é que é uma explicação baseada em fé. A evolução não é uma suposição, mas uma constatação. Inclusive perceptível diretamente, na evolução das cepas de bactérias resistentes a antibióticos cada vez mais poderosos. [...]

Nós somos macacos.

by @ segunda-feira, maio 4th, 2009. Filed under Evolução

Dentro da evolução, nós, humanos, continuamos a ser animais, apenas que com um grau de inteligência mais desenvolvido. Isto é, não só somos descendentes de macacos (não os atuais), mas somos macacos mesmo. Qualitativamente não somos outro tipo de seres. E, certamente, evoluiremos para novas espécies trans-humanas mais inteligentes ainda. Enquanto isto, possivelmente, outras espécies [...]

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]