Archive for the 'Português' Category

DICAS PARA ESCREVER BEM

by @ domingo, setembro 23rd, 2012. Filed under Português

Atribuido ao Professor João Pedro ??? (Unicamp) 1. Vc. deve evitar abrev., etc. 2. Desnecessário faz-se empregar estilo de escrita demasiadamente rebuscado, segundo deve ser do conhecimento inexorável dos copidesques. Tal prática advém de esmero excessivo que beira o exibicionismo narcisístico. 3. Anule aliterações altamente abusivas. “não esqueça das maiúsculas”, como já dizia dona loreta, [...]

Substantivos topônimos

by @ sábado, abril 18th, 2009. Filed under Português

Alguns substantivos próprios topônimos são acompanhados de artigo, outros não, e não há uma regra geral. Normalmente os nomes de países vêm com artigo, como “o Brasil”, “a França” etc., mas não “Portugal”, “Cuba”. Nomes dos estados, em geral, não são acompanhados de artigo, como “Minas Gerais”, “São Paulo”. No entanto, fala-se: “o Rio de [...]

Traduzir é decodificar?

by @ domingo, janeiro 6th, 2008. Filed under Português

Depende do que se entende que seja decifrar um código. Na linguagem, o significado de um signo (significante) tem um aspecto denotativo e outro conotativo. A semântica conotativa vai além do dicionário e procura atribuir ao que se diz (falando ou escrevendo) um significado contextual, em que se leve em consideração o ambiente cultural e [...]

by @ terça-feira, abril 24th, 2007. Filed under Português

No meu entendimento, o estabelecimento de uma norma culta é uma necessidade para dar identidade a um idioma. A existência de uma gramática, de um vocabulário oficial e de um falar padrão para o ensino daquele idioma aos estrangeiros dá à língua um estatuto de estabilidade, que lhe confere foros de cidadania no concerto mundial. [...]

A crença e a crença

by @ terça-feira, abril 3rd, 2007. Filed under Português

Você tem razão. O problema é da língua portuguesa. O alemão é mais rico em palavras distintas para designar nuances de significados. Assim, em português, a palavra “crença” tanto designa uma “fé”, isto é, a aceitação de assertivas não comprovadas como verdades por um ato voluntário, como faz o cristão com o “Símbolo dos Apóstolos”, [...]

A forma, o estilo e a simplicidade.

by @ sábado, abril 15th, 2006. Filed under Português

Outra questão a ser levantada é a da relação entre a forma e o estilo. O estilo é o “modo de ser” de quem escreve em relação ao que escreve. Variados estilos podem ser usados, sempre com o máximo apuro pela forma. Muitos aspectos caracterizam os estilos, como coerência, concisão, objetividade, clareza, vocabulário e outros. [...]

O conteúdo e a forma

by @ sábado, abril 15th, 2006. Filed under Português

É comum se ouvir dizer que o importante é o conteúdo e não a forma. Sem dúvida o conteúdo é importante, mas, sem a forma, a mensagem perde a maior parte de seu poder de comunicar. Consideremos a nós mesmos. Certamente que somos feitos pelo conjunto de nossos átomos. Mas, este mesmo conjunto de átomos, [...]

O argumento e a forma

by @ sábado, abril 15th, 2006. Filed under Português

Na apresentação de um argumento, na exposição de uma idéia ou o que se queira comunicar por meio de um texto escrito ou falado, em uma música ou obra de arte há que se considerar dois aspectos: o conteúdo e a forma. Muitos priorizam o conteúdo, não se importando com a forma. Nisto cometem grave [...]

Criação Literária

by @ sexta-feira, janeiro 20th, 2006. Filed under Literatura, Português

Para aqueles que têm a intenção de tornarem-se escritores ou queiram aperfeiçoar seu metier, eis minhas sugestões bibliográficas: Lopes, Moacir Costa. Guia Prático de Criação Literária. Rio de Janeiro, Quartet, 2001. Albalar, Antônio. A Arte de Escrever, 16ª ed. Lisboa, Clássica, 1958. Zamoner, Airo. A Arte de Escrever. Curitiba, Protexto/Zamoner. Garcia, Othon M. Comunicação em [...]

“Porcentagem” ou “percentagem”

by @ domingo, janeiro 15th, 2006. Filed under Matemática, Português

Quanto à forma “porcentagem” ou “percentagem”, tanto o Aurélio quanto o Michaelis consignam as duas. O da Porto Editora traz apenas “percentagem” do inglês “percentage”. O Silveira Bueno prefere “porcentagem” por considerar a outra anglicismo. O “Manual de Redação e Estilo” do “Estado de São Paulo” (p.242) recomenda “porcentagem”. Não tenho em mãos o Houaiss [...]

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]