Archive for the 'Metafísica' Category

Eternidade

by @ domingo, fevereiro 28th, 2010. Filed under Cosmologia, Metafísica, Religião

Eternidade é uma situação em que o tempo continua sempre a passar, sem cessar. Tal situação só tem sentido, se ocorrer, para o Universo como um todo. Qualquer subsistema do Universo certamente não permanecerá indefinidamente caracterizado como tal e, fatalmente, em algum momento, deixará de ter as características que lhe garantem a essência de ser [...]

Nada e o Infinito

by @ sábado, fevereiro 20th, 2010. Filed under Cosmologia, Metafísica

É preciso distinguir os conceitos das coisas que eles pretendem significar. Pode-se conceituar e definir qualquer coisa. Que ela exista é outro problema. “Nada”, conceitualmente, é meramente uma palavra para designar a ausência de qualquer coisa, de tudo o que se possa conceber que exista. Nada não é uma entidade, como o é o conjunto [...]

O significado da vida

by @ sexta-feira, janeiro 22nd, 2010. Filed under Metafísica

Metafisicamente, a vida não tem significado nenhum! Existimos por mero acaso, sem razão nem propósito. Aliás, não apenas nós, mas todo o Universo. Tudo poderia perfeitamente não existir. Todavia, já que existimos, podemos atribuir, cada um, um sentido para a própria vida, em termos do que se pretende realizar. Esta atribuição é capaz de tranquilizar [...]

Eventos sem causa

by @ domingo, dezembro 6th, 2009. Filed under Cosmologia, Física, Metafísica

Eventos sem causa são possibilidades e, mais que isto, realidades. O princípio, segundo o qual todo evento seja efeito de uma causa, é uma indução, baseada na observação de fenômenos acessíveis à observação direta, isto é, na escala de tempos e dimensões compatíveis com os sentidos humanos. Como toda consequência induzida, ele não tem garantia [...]

Físico e concreto

by @ sábado, novembro 7th, 2009. Filed under Metafísica

Estou sempre entendendo por “físico” aquilo que seja natural, isto é, nem sobrenatural (que no meu entendimento não existe), nem abstrato (conceitos, idéias) e não o que seja objeto de estudo da ciência “Física”. Concreto é algo material. Há muita coisa que é física e não é concreta, como os campos e a radiação, que [...]

Matéria e sua percepção

by @ sexta-feira, novembro 6th, 2009. Filed under Física, Metafísica

Na verdade tudo o que temos conhecimento é a consciência de nossas percepções, que podem nos enganar e, como disse Shakespeare, “somos feitos da matéria de nossos sonhos”. Não há garantia absoluta de que exista um mundo real fora de nossa mente e nem outras mentes. Todavia há indícios fortes o bastante para que possamos [...]

Autoridade não valida coisa alguma

by @ sexta-feira, outubro 16th, 2009. Filed under Epistemologia, Metafísica

Considero que a citação de ditos de outras pessoas não tem valor por terem sido ditas por quem as disse, mas apenas se, em si mesmas, forem válidas, verdadeiras e convincentes. O fato de alguém ter sido um expoente em algum aspecto não faz com que tudo o que diga seja igualmente valioso. O próprio [...]

Deus “é” ou existe?

by @ quinta-feira, outubro 1st, 2009. Filed under Ateísmo, Metafísica, Religião

Dizer que Deus não existe, mas “é”, é justamente o que considero que seja, isto é, ilo tem essência mas não existência. Deus é uma entidade conceitual, isto é, algo que pode existir, mas não necessariamente existe. Não existe nada que exista por necessidade. A afirmação de Tomás de Aquino de que a essência de [...]

“Nada nasce do nada, logo, Deus existe”

by @ segunda-feira, setembro 7th, 2009. Filed under Ateísmo, Cosmologia, Metafísica

Esta proposição não é nem verídica nem um raciocínio válido. Não é veríca porque sua premissa de que nada nasce do nada não é verdadeira. É preciso entender que nada não é algo, mas uma palavra para designar a ausência de qualquer coisa. Portanto a afirmativa “nascer do nada” significa “surgir sem provir de algo”. [...]

Substâncias existem

by @ segunda-feira, setembro 7th, 2009. Filed under Metafísica

No meu entendimento, dentro da realidade natural, o que se chama de ser será sempre uma parte (subconjunto) do Universo, unívoca e inequivocamente delimitada. Tal ser (que é o ente que existe) é constituído daquilo de que é feito o Universo, isto é campo, radiação e matéria. O que filosoficamente se denomina “Forma” é a [...]

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]