Archive for the 'Física' Category

Giro e aceleração

by @ domingo, maio 23rd, 2010. Filed under Cosmologia, Física

O movimento de translação uniforme não pode ser detectado de forma absoluta, mas uma aceleração sim. Toda aceleração provém de interações. Um corpo macroscópico em giro possui partes aceleradas, pelo menos centripetamente. Isto se deve às interações entre suas partes. Se elas não existissem ele se dispersaria. Uma galáxia gira pela gravidade mútua de suas [...]

Unificação das interações

by @ domingo, fevereiro 28th, 2010. Filed under Cosmologia, Física Quântica

No meu entendimento, não há como unificar as interações com a gravidade, pois esta não é uma interação. Apenas na aproximação do espaço local tangente é que a gravidade aparenta ser uma interação. As teorias de unificação descartam a relatividade geral e consideram a gravidade como uma interação. Acho isso muito esquisito e vejo que, [...]

Matemática natural

by @ domingo, fevereiro 28th, 2010. Filed under Epistemologia, Física, Matemática

Certamente que a matemática (que inclui aritimética, álgebra, geometria, análise, topologia e tudo o mais) é um construto humano, que estabelece relações entre símbolos representativos de objetos abstratos, de uma forma lógica e com uma metodologia capaz de possibilitar inferências correspondentes a novas relações a partir de outras. O mais curioso é que, quando se [...]

Distribuições na Mecânica Quântica

by @ quarta-feira, janeiro 13th, 2010. Filed under Física Quântica

Considero que o uso da delta de Dirac, e, mais ainda, do próprio cálculo de funções de variáveis reais ou complexas (cujas componentes real e imaginária são reais) é uma questão de simplificação matemática do modelo. O correto seria o uso do cálculo estocástico, que trata de variáveis discretas, mas ele é matematicamente bem mais [...]

FÍSICA PARA FILÓSOFOS

by @ sábado, janeiro 9th, 2010. Filed under Filosofia, Física, Pessoal

Estou começando a escrever um livro que intitulei “Física para Filósofos”. Tenho percebido que a falta de conhecimentos científicos, especialmente de Física e Biologia, entre os filósofos, leva a uma importante lacuna na compreensão da realidade, que compromete o trabalho filosófico. Vou abordar a física do ponto de vista fenomenológico, ontológico e epistemológico: os paradigmas [...]

Conceito Físico de Campo

by @ sábado, dezembro 26th, 2009. Filed under Física

O conceito de “campo” é pedra angular da Física. Um campo ou é uma região de influência de alguma interação ou é a substância (filosófica e não quimicamente falando) de que é feito todo o conteúdo do Universo. Temos assim campos elétricos, magnéticos, gravitacionais, nucleares (forte e fraco), gluônicos etc. O campo é uma entidade [...]

Eventos sem causa

by @ domingo, dezembro 6th, 2009. Filed under Cosmologia, Física, Metafísica

Eventos sem causa são possibilidades e, mais que isto, realidades. O princípio, segundo o qual todo evento seja efeito de uma causa, é uma indução, baseada na observação de fenômenos acessíveis à observação direta, isto é, na escala de tempos e dimensões compatíveis com os sentidos humanos. Como toda consequência induzida, ele não tem garantia [...]

Considerações sobre o tempo

by @ sábado, novembro 7th, 2009. Filed under Cosmologia, Física Quântica, Relatividade

O tempo, em si mesmo, é físico. O que chamamos de tempo psicológico é a percepção que nossa mente faz do tempo. Ela é uma visão atual do que está sendo percebido agora, correlacionado com o que já foi percebido em momentos anteriores e ficou registrado na memória, mas a evocação é presente. Todavia há [...]

Matéria e sua percepção

by @ sexta-feira, novembro 6th, 2009. Filed under Física, Metafísica

Na verdade tudo o que temos conhecimento é a consciência de nossas percepções, que podem nos enganar e, como disse Shakespeare, “somos feitos da matéria de nossos sonhos”. Não há garantia absoluta de que exista um mundo real fora de nossa mente e nem outras mentes. Todavia há indícios fortes o bastante para que possamos [...]

Indeterminismo e incausalidade

by @ sexta-feira, outubro 16th, 2009. Filed under Consciência, Física Quântica, Psicologia

Um aspecto fundamental que a Física Quântica intruduziu na epistemologia e na lógica foi a derrubada do determinismo e da causalidade. Isto é, dadas as mesmas condições e circunstâncias, um evento pode acarretar variáveis consequências, das quais só se conhece a probabilidade de ocorrência, mas nada determina, em cada caso, o que se dará e [...]

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]