Prova quântica de inexistência de Deus

by @ 16:48 on 1 outubro 2007. Filed under Filosofia

A onisciência é uma mera decorrência do fato que que ilo determinaria o estado total do Universo em todos os momentos, logo teria conhecimento de tudo. Não há contradição entre a onisciência e a onipotência desde que se entenda o fato de que Deus estaria fora do espaço e do tempo. Portanto o conhecimento do que aconteceria em cada evento (ponto do espaço-tempo) vivenciado por cada partícula, não tiraria dilo a liberdade de atuar, pois esta ação já teria sido dada, fora do espaço-tempo. É preciso entender que Deus, assim conceituado, como “aquele que é”, não evolui. É uma entidade inteiramente estática e imutável. O que ilo teria querido e decidido já o fora sempre (mas é preciso entender que a palavra “sempre” não é bem adequada para descrever o comportamente de algo que não se situa no tempo). A noção de um Deus assim é extremamente inverossímil.

A Mecânica Quântica mostra que não existe determinismo e que, portanto, existem inúmeras possibilidades para o estado subsequente a um dado estado global do Universo, com certas probabilidades, sendo a que, de fato, vai ocorrer, algo fortuito. Isto pode, inclusive, ser um fator para a inexistência do livre abítrio, mas de outra ordem, que não está em discussão aqui e agora. Mas, de fato, pode-se concluir que a Mecânica Quântica mostra ser impossível a existência de um ser onipotente e onipresente, porque a configuração e o estado globais do Universo em todos os momentos e lugares não pode ser previamente estabelecida. Isto é, não seria possivel existir nada fora do espaço-tempo que lhe estipulasse como teria que estar em todos os momentos (isto é “ser”). Como a Mecânica Quântica é uma teoria comprovada experimental e observacionalmente, e ela proibe a existência de Deus, logo, Deus não existe.

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=1531

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]