Se eu pudesse…

by @ 22:08 on 12 março 2009. Filed under Anarquismo

Se me dessem o poder sobre a Terra toda, como o Durval, eu extinguiria meu cargo. Antes, porém, tomaria medidas para evitar que fronteiras voltassem a ser erigidas entre países e que nenhuma restrição a qualquer liberdade pudesse ser aplicada, exceto no que ferisse a liberdade alheia. E envidaria todos os esforços para implantar nesse mundo uma sociedade verdadeiramente ácrata, sem fronteiras, sem governo, sem dinheiro, sem propriedade, sem crimes, sem prisões. Sim, é isso: o anarquismo, a sociedade ideal, em que todos trabalham de graça e têm tudo de graça. Sem preguiça e sem cobiça. Nada é de ninguém e tudo é de todos. Tudo é compartilhado. Trata-se do comunitarismo: alojamentos coletivos, refeitórios coletivos, vestuários coletivos, lavanderias coletivas, bibliotecas coletivas, salões de lazer coletivos, garages coletivas, cônjuges coletivos. Tudo na mais perfeita ordem e harmonia. Gestão por comissariados “ad hoc”, democraticamente escolhidos para cada ação. Isto não impede uma sociedade tecnológica e culturalmente sofisticadíssima. E, principalmente, em que toda a pobreza, ignorância, doença e crimes sejam extintos. Isto é perfeitamente possível, mas não fácil e, fatalmente, mesmo que nada seja feito positivamente nesse sentido, é a tendência expontânea da humanidade, como vém sendo manifestada pela constante, lenta e gradual progressão para liberalidades e colaborações sempre crescente, em que pese alguns retrocessos localizados. Veja-se o caso da Comunidade Européia, dos programas livres de computador e da própria internet. A globalização caminha para a supressão das nacionalidades particulares. Este sonho eu acalento desde que me entendo por gente e me foi passado por meu pai anarquista, filho de anarquista (mesmo sendo da nobreza austríaca). Creio que, com esforços no sentido de uma educação para a solidariedade, a cooperação e a renúncia à competição e ao lucro em favor do benefício de todos, isto será possivel em poucas centenas de anos.

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=2957

One Response to “Se eu pudesse…”

  1. Não sou tão anarquista como você mas, concordo com a maioria das idéias citadas e creio que isso só deva acontecer não em poucas centenas de anos mas alguns milênios quando extinguir toda essa ganância desse povo que a meu ver é muito primitivo.

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]