O caráter da crise econômica

by @ 18:15 on 20 março 2009. Filed under Economia

Além da crise de incompetência, o que sempre observei é que, mesmo havendo competência, ainda pode existir a “Crise da Preguiça”, a “Crise da Desonestidade”, a “Crise da Injustiça” e a “Crise do Egoísmo”. Esses males são os grandes vilões da sociedade, que não permitem o estabelecimento de um mundo harmônico, fraterno, justo e aprazível para todos seus habitantes.
A atual crise econômica, na verdade é uma crise de caráter. Foram os especuladores inescrupulosos e ávidos de lucro a qualquer custo, sem medir consequências, que a provocaram. Do mesmo modo grande parte dos problemas por que passa o povo brasileiro, desde a penúria do nordeste aos escândalos políticos que se apresentam a cada dia, não podem ser imputados à inclemência da natureza ou aos azares do mercado, mas sim à ambição e ao egoísmo tanto dos políticos quanto dos empresários, como também à preguiça, à venalidade e à incompetência dos trabalhadores, dos funcionários públicos, dos lavradores. Povo e elite neste Brasil só querem saber de tirar vantagem para sí e nunca pensam em sacrificar seu lucro, conforto e segurança em prol do bem comum.
Assim acabamos não tirando o proveito que as crises dão, como descrito por Einstein, porque nos falta, na verdade, vergonha na cara. Se um candidato tiver uma plataforma completamente ética ele vai perder a eleição, porque o eleitor não quer justiça nem eqüidade, mas a solução de suas demandas particulares, dane-se quem seja com isto.
Como diz o Jabor, nós merecemos os políticos e o país que temos, porque nós queremos que seja assim.

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=2995

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]