Leis Físicas

by @ 1:17 on 5 abril 2009. Filed under Física

As proposições a respeito dos conceitos que se usam para construir os modelos da realidade de que a Física se vale para descrevê-la são de quatro categorias: definições, leis, teoremas e princípios. Uma definição é uma delimitação do conceito, indicando a que ele se aplica e a que não se aplica. As definições são arbitrárias e não possuem explicação, isto é, não tem sentido verificar se são verdadeiras ou falsas. São aceitas ou não dentro do escopo de uma teoria. Já uma lei é uma proposição que descreve as relações observadas empiricamente entre as entidades descritas pelos conceitos previamente definidos. Uma lei precisa ser verificada experimentalmente ou observacionalmente, para que se possa dizer se é verdadeira ou falsa, dentro das restrções estabelecidas para sua aplicação. Em Física, pois, as leis são súmulas dos comportamentos da natureza, nos termos dos modelos descritivos, sendo, assim, empíricas. Os teoremas são proposições a respeito dos conceitos definidos, deduzidas por raciocínio lógico (normalmente matemático) com base nas leis, tomadas como postulados da teoria, e nas definições. A veracidade de um teorema, assim, assenta-se da veracidade das leis e na validade do raciocínio formulado sobre elas. Já um princípio é uma proposição não demonstrada, tomada como axioma da teoria, do qual, por dedução, podem ser obtidas as leis. Sua veracidade repousa na validade das deduções das leis e na veracidade de tudo o que possa dele ser deduzido, conferidas pela experiência ou observação. Uma experiência ou observação é a realização de um fenômeno natural, traduzido para os conceitos dos modelos explicativos, com a verificação das relações (geralmente matemáticas) observadas por eles. Quando um conceito, normalmente um atributo de uma entidade física, for passível de comparação quantitativa, dá-se a ele o nome de grandeza, que são os objetos que aparecem nas definições, leis, teoremas e princípios, quando formulados por meio de equações matemáticas. Nem toda proposição física, contudo, é passível de expressão por uma equação. Isto não significa que não possa ser um conceito, uma lei, um teorema ou um princípio, ou que esses conceitos não sejam entidades ou atributos de entidades correspondentes, em certo modelamento, a seres ou eventos da natureza.

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=3040

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]