O pior de tudo no cristianismo

by @ 22:51 on 27 julho 2009. Filed under Religião

O pior de tudo no cristianismo não é o fato do Cristo ter sido ou não um modelo de virtude, mas o próprio fato de que, para o cristianismo, ele nasceu para redimir a humanidade do pecado original. Ora, este teria sido o pecado de desobediência de Adão ao comer do fruto proibido da árvore da ciência do bem do mal. Deus, enfurecido, expulsou-o, com Eva, do paraíso e condenou-os a viver do suor do seu rosto e a parir com dor. Debalde sacrificaram os hebreus ovelhas para expiar esse pecado. Deus não se comoveu. Mas, com sua infinita bondade (isto é ironia) concordou em abrir de novo as portas do paraíso ao homem, mas só depois da morte, desde que fosse sacrificado a ele seu próprio filho. Que bondade! Como pode um Deus de amor exigir o sacrifício de seu filho dileto (que aliás era ele mesmo, pois as três pessoas da Santíssima Trindade são um único ser) para ficar satisfeito e perdoar. Não podia simplesmente perdoar? Não é isso que ensina a doutrina cristã? O mistério da redenção é a maior perfídia engendrada pela imaginação humana. Realmente não condiz com a pretenção do cristianismo em ser uma religião que prega o amor.

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=3261

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]