Sentimentos da máquina

by @ 0:15 on 26 dezembro 2009. Filed under Consciência, Engenharia

É claro que uma máquina jamais teria uma alma. Nem os homens e nenhum outro animal a possuem, pois é algo que não existe. O psiquismo humano tem a mesma natureza do dos animais, apenas é mais complexo. Isto é, todo ele é um produto fisiológico do organismo, especialmente do sistema nervoso (mas não apenas). Pela evolução, do mesmo modo que já houve espécies humanóides já extintas, outras poderão surgir, com as mesmas ou até maiores capacidades que a nossa. É só uma questão de poucas centenas de milhares de anos ou alguns milhões. Antes disso, contudo, nossa própria espécie poderá ser capaz de desenvolver artefatos robóticos ou mesmo engenhos biológicos artificiais, com capacidades iguais ou superiores à nossa. Não há impedimento intrínseco nenhum para tal proeza, exceto a atual falta de competência científico-tecnológica.
Percepção, sensibilidade, memória, raciocínio, inteligência, sentimentos, emoções, vontade, consciência, auto-consciência (o “eu”) e todos os fatos da vida psíquica são produzidos por ocorrências eletro-químicas no cérebro, no cerebelo, na medula, nos nervos, nos órgãos dos sentidos, nas glândulas endócrinas, nos órgãos internos, na musculatura, enfim, em todo o organismo. E são ocorrências naturais, sem nenhum apelo a nada de sobrenatural. A própria espiritualidade, o misticismo e outros sentimentos tidos como de natureza extra-corpórea, absolutamente não o são. As neurociências cada vez mais apresentam provas sobejas desta característica.
Certamente que são processos de complexidade imensa, mas não infinita. Em tese é perfeitamente possível que se construa um artefato que exiba todas essas características e seja, realmente, uma “pessoa”. O progresso científico-tecnológico será capaz disto no futuro, mas pode ser que ainda se tenha que esperar centenas ou milhares de anos. Mas, acredito que nossa espécie, até que seja substituída por outra no domínio do planeta e se extinga, ainda perdurará por várias dezenas de milhares de anos.

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=3572

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]