Técnicas pictóricas

by @ 1:03 on 24 julho 2010. Filed under Pintura e escultura

Foco-me em dois estilos: acadêmico e impressionista. No primeiro a pintura se apresenta da forma como é percebida pela visão ou a fotografia, mesmo que seja idealizada e enfatize alguns aspectos em detrimento de outros, justamente para expressar o que o pintor deseje priorizar como mais importante, bem como para transmitir movimento, emoções ou o que mais se deseje. No caso da impressionista, por outro lado, apesar de também ser figurativa, não pretende ser fotográfica, mas passar, por meio de traços ou pontos destacados de cores, as impressões capazes de evocar a percepção, até mesmo reforçada, dos elementos que o pintor quer ressaltar. A grande diferença é que o impressionismo não retrata a figura e as cores que se vêem, mas uma representação do que se vê numa forma que cause a impressão desejada, mais ou menos como num holograma. O quadro impressionista só adquire significado quando observado em seu todo a certa distância. Um pequeno detalhe isoladamente não informa nada sobre o que está sendo representado. Ambos os estilos apresentam dificuldades de execução e possuem suas técnicas próprias. Considero importante que o pintor domine ambos. Outros estilos diferem em sua concepção mas usam técnicas acadêmicas ou impressionistas. Tal é o caso do surrealismo, que, tecnicamente, é acadêmico. A pintura absrtrata, por outro lado, tecnicamente é impressionista. Este é o meu entendimento sobre esta questão. Se estiver errado, corrijam-me.
Quero, em postagens subsequentes, apresentar minhas dúvidas específicas sobre cada um deles.

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=4034

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]