Evolução a olhos vistos

by @ 18:23 on 26 abril 2011. Filed under Evolução

Evolução de espécies são observadas atualmente em várias cepas de bactérias que sofrem mutações observáveis nos microscópios a todo dia. Não há espaço para se considerar que todas as espécies existentes e que já existiram tenham sido “criadas” diretamente ao longo do tempo por alguma intervenção extrínseca à natureza. O fato de que tenham evoluído umas a partir das outras é uma explicação inteiramente compreensível e completamente razoável face as evidências fósseis. Admitir uma criação direta é uma hipótese epistemologicamente dificílima de ser explicada. Não há indícios nenhum da ação de algum agente não natural sobre a natureza e nem sombra de alguma explicação para o mecanismo de ação desse agente sobre a natureza. Supô-lo é uma consideração completamente desprovida de sentido.

Uma vez que todo ser vivo suficientemente complexo só existe proveniente de outro ou outros seres vivos que o antecederam (seu pai e sua mãe) e que temos uma grande diversidade de espécies de seres vivos, não há outra alternativa a se considerar a não ser que os indivíduos de uma espécie sejam provenientes de indivíduos de outra espécie. De forma brusca ou gradativa é a única alternativa que se pode considerar. O problema ainda não resolvido está em explicar como o primeiro ser vivo surgiu a partir da matéria inanimada. O fato de ainda não se ter uma explicação adequada não significa que ela não possa ser encotrada. Afinal a ciência é um construto recente e ainda há muito mais a ser explicado do que já explicado.

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=4270

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]