Tabus Sexuais

by @ 12:29 on 29 junho 2011. Filed under Sexualidade

Vejo com bons olhos a iniciativa de se abrir discussão sobre temas considerados tabus. Aliás, considero que uma das qualidades de um bom debate é, justamente, se abrir para o questionamento do que quer que seja, sem preconceito de nenhuma espécie. Assim é o comportamento filosófico, pelo qual nada é definitivo e tudo pode ser discutido. Dentre os assuntos cercados de “não me toques”, estão os ligados ao sexo, como o poliamorismo, a homossexualidade, bissexualidade e assexualidade, o incesto, o sexo entre irmãos, o sadismo e o masoquismo, entre outros. Considero que sexo deva ser um tema tão normal em conversas de salão, como qualquer outro. Culinária, por exemplo. E que possa ser abordado de forma não jocosa e sem risadinhas. Que as pessoas troquem suas receitas de como melhor fruir o prazer do sexo, da mesma forma que trocam receitas de pratos e doces. E isto em conversas entre damas e cavalheiros. Especificamente sobre o incesto, em particular, não considero um comportamento conveniente, uma vez que destrói uma forma de relação entre pai e filha e mãe e filho que se baseia em outros valores e conceitos que não o desejo sexual que, creio eu, dificilmente podem coexistir. Isto não signifique que eu o condene aprioristicamente, porque cada caso é um caso. Da mesma forma que não condeno as orientações sexuais nem a poligamia, tanto poliândriaca quanto poligínica. Em suma, não aclamo nem sequer recomendo, mas não acho que deva ser tido como tabu. Comer carne humana, por exemplo, acho que deve ser algo considerado proibido, exceto em casos excepcionalíssimos, como o daqueles sobreviventes do avião que caiu nos Andes.

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=4295

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]