Competências do Professor

by @ 20:24 on 5 outubro 2012. Filed under Educação

Tendo mais de 44 anos de magistério, sou capaz, hoje, de perceber o que faz de um docente um bom professor. Orgulho-me de ter sempre sido bem conceituado por meus alunos, como mostra minha avaliação, mostrada neste blog (http://www.ruckert.pro.br/blog/?page_id=2379). Posso listar cinco competências fundamentais para o bom exercício do magistério: domínio completo do conteúdo, capacidade de argumentar e convencer com boa dialética e retórica,  conhecimento e habilidade em usar os recursos didáticos,  entusiasmo e deslumbramento pelo conhecimento que ministra, empatia e sincero amor pelos alunos. Quero discorrer um pouco sobre elas.

1. CONTEÚDO

Isso é óbvio e elementar. Se se é um professor de alguma coisa é preciso que se entenda do assunto com abrangência e profundidade maiores do que se há que ensinar. Isso envolve conhecimento (saber do que se trata), entendimento (saber as razões, os modos, as consequências), compreensão (relacionar com o resto do conhecimento) e habilidade em aplicar o conhecimento na solução de problemas de toda ordem.

2. ARGUMENTAÇÃO

O professor tem que ser capaz de argumentar e convencer os alunos do que está passando para eles aprenderem. Tem que saber falar bem, com bom vocabulário e traquejo retórico. Tem que saber escrever bem, de modo claro, preciso, conciso, exato, sem deixar dúvidas sobre o que diz. Tem que ter um bom raciocínio lógico, seja linguístico, seja matemático.

3. DIDÁTICA

Há que se saber o modo como o aprendizado se dá e fazer uso de todos os recursos didáticos disponíveis. Principalmente entender que o professor não ensina, mas provoca o aprendizado. Então tem que ser capaz de motivar e fazer o aluno querer aprender aquilo, gostar do que está transmitindo. Disso faz parte, também, um traquejo cênico, para fazer a aula ser um espetáculo cativante, de modo a prender o aluno na atividade e não ter que se preocupar em manter a disciplina. Outra coisa muito importante é que a aprendizagem não se resume à aula. Ela é um componente, mas fora dela é que se dá a parte mais significativa. O professor tem que saber levar os alunos a se dedicarem ao aprendizado em todas as suas atividades. E, na aula, o mais importante não é ensinar, mas levar o aluno a descobrir por si mesmo o que tem que saber. Educação passiva não adianta.

4. ENTUSIASMO

Não há como despertar o interesse do aluno pela disciplina se não se tem, pessoalmente, um profundo entusiasmo e deslumbramento pelo assunto que se leciona. Só é um bom professor quem é um bom profissional do que leciona (se bem que não basta isso). E só é um bom profissional de qualquer assunto quem gosta daquilo com que trabalha. O professor tem que adorar a sua matéria e adorar ser professor.

5. AMOR

Finalmente só será bom professor a pessoa que ama os seus alunos. Que quer o bem deles, o seu progresso, o seu sucesso na vida. Quem desperta neles admiração e amizade. Que, de fato é amigo, quem se preocupa com a vida deles, mesmo além da escola. Quem lhes dá compreensão e apoio. Quem, depois de anos de separação, ainda é lembrado pelos alunos com respeito, admiração e afeto.

Preenchendo esses requisitos um professor será, verdadeiramente, um mestre. Não apenas um mestre do conteúdo ministrado, mas um mestre de vida. Porque um professor tem que ser um segundo pai e uma segunda mãe. Um guia, um guru. Um farol a nortear a vida do estudante. Uma referência intelectual e ética, mais do que tudo.

Aproxima-se o Dia do Professor e eu quero, aqui, cumprimentar meus colegas que, de fato, vestem a camisa e fazem do magistério a profissão mais nobre que se possa considerar. Mais do que um médico, porque não cura os males do corpo, mas forma a mente para a vida.

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=4518

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]