DEUS CRUEL

by @ 13:42 on 27 dezembro 2014. Filed under Poesia, Religião

Oh, Deus de crueldade infinita
que exigiste, pra salvação,
de teu filho, atroz provação,
a remir a humana desdita!

Se sois assim onipotente,
por que só não deste o perdão,
sem ter nada pra redenção,
provando ser benevolente?

Martírio de Cristo, Jesus,
demonstra, com toda razão
e traz a verdade à luz.

Esse Deus cristão do Universo,
a existir, sem ponderação,
é frio, cruel e perverso.

Ernesto von Rückert

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=4627

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]