AMORES ACONTECEM

by @ 12:05 on 16 outubro 2015. Filed under Poesia

Amores acontecem…
Não são buscados, não são desejados, não são planejados.
Surgem intensos, profundos, imensos,
doces, ternos, maviosos.
Nos envolvem, nos sugam, nos prendem
sem refresco, sem escape, sem piedade.


Não se importam com convenções nem compromissos.
Nem querem ser únicos, exclusivos, ciumentos.
Só que a vida é inimiga dos amores,
mas, sem eles, a vida não é vida.
Ela não quer que tenhamos mais de um.
Mas, de amor, não se conta a quantidade.


Só que amor, para dar felicidade,
tem que ser sentido e ser vivido.
Todos, em completa realidade.
Assumidos com toda sinceridade,
vividos em plena intensidade,
proclamados com toda claridade.


Que se arroste o mundo, tão medíocre!
Que se rasgue o véu gris da hipocrisia.
Que se afirme o valor de amar o amor!
O primeiro e mais sublime sentimento,
que impera sobre a vida sobranceiro
e a que devem, razão e juízo, vassalagem.


Para o mundo ser feliz e abençoado
e tristeza a ninguém levar as lágrimas
de escolher, entre os amores, qual viver…
Decisão melhor não há que se tomar,
se se pode a alegria conhecer
de viver todo amor que acontecer.

Ernesto von Rückert
Viçosa, Minas, outubro de 2015

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=4726

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]