DISSABORES

by @ 23:48 on 19 agosto 2016. Filed under Poesia

Conheço pessoas maravilhosas:
casadas, solteiras ou separadas.
Cultas, educadas, muito bondosas,
inteligentes, nobres, dedicadas.


Que o mundo trouxe muitos dissabores,
desilusões, tristezas, amargura.
Levando-as a não crer mais em amores,
da vida tirando-lhes a doçura.


Creiam essas pessoas tão queridas
que a vida é só essa, e nada mais
merece tantas lágrimas sofridas.


Somente um amor grande demais,
a que se entregue todo, sem medidas,
dor nenhuma lhes deixará jamais.

The URI to TrackBack this entry is: http://www.ruckert.pro.br/blog/wp-trackback.php?p=5145

Leave a Reply

Please note: Comment moderation is currently enabled so there will be a delay between when you post your comment and when it shows up. Patience is a virtue; there is no need to re-submit your comment.

[Ernesto von Rückert is proudly powered by WordPress.]